© 2013  Alvará de utilização nº 323/13. Design by lum. Fotografia José Coelho

 

A HISTÓRIA

A Quinta do Jordão foi adquirida pela família Ayres de Gouvêa em 1881 e está há seis gerações na família, mantendo ao longo do tempo as características originais de lazer, agricultura e pecuária.

 

Entre os seus moradores destaca-se o pintor Alberto Ayres de Gouvêa, conhecido artista que viveu nos finais do século XIX e primeira metade do século XX.

Em homenagem à sua obra notável foi dado o seu nome a uma rua na cidade do Porto.

Foi o pintor, a sua mãe e o seu irmão que traçaram as ruas da mata, projetaram o lago e restauraram a Capela da Quinta, outrora transformada em armazém agrícola.

Alberto Ayres de Gouvêa foi também o responsável pelo desenho do jardim romântico e da majestosa Avenida das 

Tílias, espaços privilegiados para a realização dos mais diversos tipos de eventos.